h1

Dia Mundial da Poesia

Março 15, 2008

LÁGRIMA DE PRETA

Encontrei uma preta
que estava a chorar,
pedi lhe uma lágrima
para a analisar.

Recolhi a lágrima
com todo o cuidado
num tubo de ensaio
bem esterilizado.

Olhei a de um lado,
do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente.

Mandei vir os ácidos,
as bases e os sais,
as drogas usadas
em casos que tais.

Ensaiei a frio,
experimentei ao lume,
de todas as vezes
deu me o que é costume:

nem sinais de negro,
nem vestígios de ódio.
Água (quase tudo)
e cloreto de Sódio.

António Gedeão

3 comentários

  1. Mto bonito… há mto tempo não lia este … beijinhos


  2. TU és um poeta das imagens….

    Mal nos conhecemos
    Inauguramos a palavra amigo!
    Amigo é um sorriso
    De boca em boca,
    Um olhar bem limpo
    Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
    Um coração pronto a pulsar
    Na nossa mão!
    Amigo (recordam-se, vocês aí,
    Escrupulosos detritos?)
    Amigo é o contrário de inimigo!
    Amigo é o erro corrigido,
    Não o erro perseguido, explorado.
    É a verdade partilhada, praticada.
    Amigo é a solidão derrotada!
    Amigo é uma grande tarefa,
    Um trabalho sem fim,
    Um espaço útil, um tempo fértil,
    Amigo vai ser, é já uma grande festa!
    Amigo
    Alexandre O’Neill


  3. Excelente!
    Ab



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: